Amistoso | Palmeiras 1 x 1 Ponte Preta

Futebol Milionário

Futebol Milionário

 

Amistoso

Melhores Momentos

Palmeiras 1 x 1 Ponte Preta. Barrios se redime, mas Ponte Preta arranca empate do Palmeiras na arena.
Atacante paraguaio volta a marcar após quase seis meses em novo teste para equipe de Eduardo Baptista. Com gol de pênalti no fim, Macaca segue invicta no estádio do Verdão.

EMPATE NO FIM
Palmeiras e Ponte Preta empataram por 1 a 1 em um movimentado amistoso realizado neste domingo, na arena do Verdão. O atacante paraguaio Lucas Barrios abriu o placar para o Verdão, aos 29 do segundo tempo. Mas Ramon, aos 44, igualou para a Macaca, cobrando pênalti.

PRIMEIRO TEMPO
O primeiro tempo mostrou um Palmeiras com repertório. Uma equipe que ameaçou a Ponte Preta diversas vezes, colocou duas bolas na trave, no mesmo lance, com Tchê Tchê e Raphael Veiga, aos 19 minutos, e se caracterizou pela intensidade. A primeira chance veio pelo pé direito de Willian. Após cobrança de lateral rápida efetuada por Dudu, ele tocou na saída de Aranha, mas a bola passou próxima à trave esquerda.
A principal via da Ponte Preta para chegar ao gol adversário era William Pottker. Com Matheus Jesus bem posicionado no meio-campo, a Macaca ameaçava com o atacante – sempre perseguido pela zaga alviverde.

SEGUNDO TEMPO
A Macaca ficou com dez homens logo no início do segundo tempo – o volante João Vitor foi expulso ao receber o segundo amarelo por falta em Tchê Tchê. Michel Bastos entrou na vaga de Felipe Melo. A alteração promoveu também um ajuste tático no Palmeiras: Tchê Tchê recuou para o posto de volante no esquema 4-1-4-1, enquanto Michel foi posicionado à direita na linha ofensiva.

As melhores chances de gol do time de Campinas foram criadas por Ravanelli, ambas pela direita – um chute foi para fora, e outro defendido por Fernando Prass.

O Verdão enfim balançou a rede aos 29 minutos. Zé Roberto recebeu passe de Dudu, de calcanhar, e com liberdade pela esquerda e cruzou para Lucas Barrios, de cabeça, se redimir. Insistente, a Ponte Preta evitou a derrota aos 44. Em pênalti cometido por Rafael Marques, Ramon cobrou no canto direito, sem chances para Jailson.

Compartilhe Agora!

Recomendados Para Você:

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Transforme seu Lazer em Algo LucrativoSaiba Mais >>