Campeonato Gaúcho | Grêmio 1 (6) x (5) 1 Novo Hamburgo

Estádio VIP tudo sobre o jogo e sobre seu time: http://www.estadiovip.com.br

Fique por dentro do mundo do esporte: https://www.facebook.com/esportelovers

Curtam nossa página: http://www.facebook.com/LeandroSportsVideos

Grohe vira herói, Grêmio vence Novo Hamburgo nos pênaltis e vai à semi
Goleiro defende duas cobranças na série decisiva após 1 a 1 com direito a pênalti perdido e outras duas bolas na trave no segundo tempo. Rival será o Juventude
Se a ideia era fazer do Gauchão uma Copa do Mundo, o drama foi do tamanho do planeta na noite desta quinta-feira, na Arena. O Grêmio se classificou à semifinal do Gauchão após uma grande dose de sofrimento. Arrancou um empate em 1 a 1 no tempo normal e suplantou o Novo Hamburgo, nas penalidades, para êxtase e alívio de 16 mil almas no estádio. O objetivo de voltar a levantar uma taça diante de quase cinco anos de jejum está de pé.
O grande herói foi Marcelo Grohe. O Novo Hamburgo estava a um pênalti da vitória, mas o goleiro da seleção brasileira agarrou a cobrança de Paulinho e permitiu a série alternada. Ele pegaria mais um, garantindo o 6 a 5. No tempo normal, Fred abriu o placar em bela cobrança de falta. Geromel empatou. Douglas chegou a perder um pênalti, sofrido por Mamute.
O adversário é o Juventude, que eliminou o Ypiranga em Erechim. Ao contrário das quartas, a semifinal é em duas partidas, a começar neste final de semana, em data a confirmar.
Ainda sem Cristian Rodríguez, mas com Giuliano, que passou em teste no vestiário contra dores musculares, o Grêmio começou bem diante do Novo Hamburgo. Logo no início, Douglas teve duas boas chances, desperdiçadas. Aos 14 minutos, o Tricolor chegou a balançar as redes, mas Braian Rodríguez estava impedido – foi terceiro gol anotado pelo uruguaio anulado pela arbitragem no Gauchão.
Aos 25, uma polêmica. Magrão reclamou acintosamente de Anderson Daronco e, sem o árbitro ver, fez o sinal clássico de que o jogo estava sendo roubado. O volante fora personagem antes de a bola rolar. Flagrado em exame antidoping, o ex-colorado revelou que toma remédios para controlar um câncer nos testículos. O Noia foi do destempero à alegria em pouco tempo. Aos 28, Fred cobrou falta com perfeição e abriu o placar. A partir daí, o Grêmio se desorganizou. Não criou nada e quase levou 2 a 0. Terminou o primeiro tempo vaiado.
Lembrando as fracas atuações do ano passado, Matías foi sacado, assim como Braian. Sem a família Rodríguez, a esperança tricolor estava nos ingressos de Fellipe Bastos e Yuri Mamute. A dupla lutou bastante, mas foi na técnica de Douglas que saiu o empate. Aos 24, a cobrança de falta do camisa 10 foi na cabeça de Geromel: 1 a 1. Logo depois, Mamute sofreu pênalti. Mas, como já havia feito em partida anterior, Douglas desperdiçou a cobrança. Deu na trave. Mesmo destino de bela cobrança de falta. Restaram os pênaltis após os 90 minutos.
Na cobrança por pênaltis, o drama prosseguiu. Maicon acertou. Magrão, para o Novo Hamburgo, deixou tudo igual. Fellipe Bastos foi o responsável pela segunda cobrança e também acertou, assim como Fred. Luan voltou a colocar o Grêmio em vantagem, mas Thiago Humberto igualou. O primeiro erro foi de Everton. Luis Mário acertou e o Anilado tomou a frente. Com a missão de marcar para manter o time de Felipão vivo, Douglas, desta vez, não desperdiçou. Só que o Noia ainda podia garantir a classificação. Bastava Paulinho marcar. Só que apareceu a estrela de Marcelo Grohe, que voou no canto direito e defendeu. Nas cobranças alternadas, Marcelo Oliveira e Dê fizeram na primeira rodada. Ramiro bateu o sétimo pênalti, acertou e vibrou muito. Parecia um sinal. William Schuster teve a cobrança derradeira, mas chutou no meio do gol, para nova defesa de Grohe, classificando o Tricolor.

Compartilhe Agora!

Recomendados Para Você:

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Transforme seu Lazer em Algo LucrativoSaiba Mais >>