Gols, Internacional 2 x 1 Palmeiras [Classificado] – Copa do Brasil 31/06/2017

Curtam nossa página: http://www.facebook.com/LeandroSportsVideos

Thiago Santos faz gol salvador e Palmeiras elimina o Inter
Colorado jogou bem na maior parte do jogo e abriu 2 a 0, mas Verdão marcou o gol da classificação no fim. Vaga veio na base do coração e com pouca inspiração.

Como em 2015, foi com um herói improvável que o Palmeiras eliminou o Inter da Copa do Brasil. Há dois anos, Andrei Girotto fez o gol salvador. Dessa vez foi Thiago Santos. O Verdão perdeu por 2 a 1 no Beira-Rio e avançou às quartas por ter marcado fora de casa. Também como em 2015, foi muito mais na base do coração do que na técnica.

O time só conseguiu sustentar a vantagem construída no Allianz (1 a 0) por oito minutos. Cuca incumbiu Tchê Tchê de ajudar Zé Roberto a conter D’Alessandro, mas ninguém achou o argentino. E foi ele que abriu o placar após receber de Edenilson.

Depois dos 15 minutos iniciais, em que o Inter foi absoluto e poderia até ter feito mais gols, o jogo ficou mais equilibrado. O Palmeiras não chegou a jogar bom futebol, mas esteve perto do gol. Róger Guedes chegou a colocar a bola na rede, mas a arbitragem deu impedimento (de forma correta, segundo o tira-teima da TV). Pouco depois, Léo Ortiz usou o braço dentro da área e Ricardo Marques Ribeiro mandou seguir. Dessa vez, errou.

O Verdão, que já tinha problemas para criar, perdeu Dudu por lesão ainda no primeiro tempo. Keno entrou e demorou para engrenar. No intervalo, Cuca sacou Edu Dracena (que não estava bem), pôs Thiago Santos para tentar conter Edenilson e deslocou Felipe Melo para a zaga. O Inter trocou Cirino por Sasha.

O início do segundo tempo foi quase um replay do primeiro. Aos 10 minutos, D’Alessandro deu ótima enfiada para William, que deixou Zé Roberto comendo poeira e cruzou para Nico López fazer 2 a 0.

Naquele momento, o Inter era quem estava com o resultado nas mãos. O Palmeiras, precisando de um gol, naturalmente se fez mais presente no campo de ataque. E com Borja no lugar de Róger Guedes.

O Colorado mandava no jogo até ali, mas aceitou a pressão, parou de incomodar Fernando Prass e foi castigado. O gol do Verdão poderia ter saído aos 27, quando Willian acertou a trave após jogada de Keno, mas saiu aos 34: Jean cobrou falta e Thiago Santos, meio sem jeito, anotou.

O jogo ficou tenso. Sem o auxílio do interino Odair Hellmann, que foi expulso, o Inter passou os minutos finais apostando no chuveirinho e ainda reclamou de um pênalti não marcado sobre Edenilson. O Palmeiras se segurou com o coração.

Após o apito final, a torcida gaúcha aplaudiu a equipe no Beira-Rio.

Compartilhe Agora!

Recomendados Para Você:

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Transforme seu Lazer em Algo LucrativoSaiba Mais >>